COMO A PRÓPRIA EDUARDA DIZIA "MÃE TU ÉS A MINHA ESTRELA CINTILANTE"
AGORA PASSOU A SER A EDUARDINHA, A ESTRELA CINTILANTE QUE BRILHA BEM DO ALTO DOS CÉUS

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Ancorar memórias da Âncora

Na sexta, 4 de Setembro, tive de me retirar da associação “A Nossa Âncora” por ter decidido ir estudar e as aulas coincidirem justamente à sexta-feira, dia em que a família desta instituição se reúne em Ourém. Mandei um e-mail a uma das pessoas que integra este grupo para que a mesma fosse lida, mas... parece que o e-mail não chegou. Passo a partilhar com a comunidade que visita este blogue dedicado à Eduarda o meu sentimento na conclusão desta minha missão com a Âncora.

Ancorar memórias...

Texto feito para a reunião da Associação “A Nossa Âncora” em Ourém, no dia 4 de Setembro de 2009.
Todos temos de ser resistentes, mas também flexíveis. A partida de um filho é um teste à resistência profunda. Também é na flexibilidade dos dias e das nossas disposições que conseguimos encontrar algum sentido…
Um dia fui privado de ver fisicamente o Ser que mais amo. Entre o clarão do Sol e a luz ténue da Lua, soube encontrar flexibilidade no meu coração para ajudar outras pessoas, por vezes quase esquecendo que existo. Aliás, não existe sofrimento algum que não me toque profundamente. Como vós, Amigos, muitos quase uma família formada. Consegui aos poucos conhecer muitos corações bons, tomar partido de histórias incríveis dos vossos filhos e ser um privilegiado de receber de todos muitas energias positivas que me ajudaram solenemente.
Quando cheguei à Âncora com a querida mãe da Eduarda, a Cristina, entrei com uma vontade de encontrar algumas respostas, queria desvendar elucidações das minhas dúvidas… Talvez pudesse ser mais e melhor. Igualmente me questiono se recebi o que tanto desejava desta instituição. Mas a vida é mesmo assim. Nem sempre conseguimos as respostas às nossas perguntas. Aliás, o ser humano é um perseguidor directo e absoluto das respostas, a maioria das vezes sem potencialidade de alcançar a sua satisfação.
As verdadeiras respostas residem no coração. Por vezes, procuramos em todo o lado e não encontramos soluções, muito menos respostas exactas. Nem as ciências são exactas, muito menos o Ser Humano em luto, envolto no maior dos sofrimentos terrenos.
Também não existem pessoas perfeitas, incluindo nessa análise nós próprios, muitas vezes autênticos sábios em ignorar ou fingir que não olhamos para os nossos defeitos. O melhor dos depoimentos humanos não é perante um Tribunal quando se confessa um algum crime. O depoimento superior é quando, através desse coração que nos faz viver fisicamente, conseguimos ter a capacidade de analisar e perceber o que somos.
Nestas reuniões da Âncora eu aprendi muito e recebi imenso. Nestas reuniões da Âncora encontrei pessoas que me levantaram a alma e até me fizeram sorrir. Nestas reuniões da Âncora fui ancorado a pessoas muito boas, admirando toda a coragem que me transmitiram nas suas histórias reais.
Talvez pudesse ser mais, por isso peço com humildade desculpa. Dei o que pude, fiz o que pude, mas sinto que, mesmo assim, ainda foi pouco. Hoje, perante o que me aconteceu, com a largada da Eduardinha para o mundo das Estrelas, para perto de Deus, sinto que a humildade e a simplicidade são os segredos para a minha essência de vida. Acreditem que me arredei de muita coisa. Das vaidades, protagonismos, de entrevistas e entrevistados... Nas poucas entrevistas que concedi mostrei sempre alguma resistência, perguntando sempre se era mesmo comigo que queriam falar. Mas uma coisa eu entendi. Alguém tem de o fazer e existem muitas pessoas que precisam de força, de fé, de entenderem que não estão sozinhas nesta provação terrível.
Descobri que deveria dar um pouco de mim, mas acabei por receber muito mais de todos vós, facto que agradeço. Era esta a mensagem que vos queria transmitir.
Hoje, perante a necessidade de estudar, tendo aulas às quintas e sextas. Durante dois anos, vejo-me impedido de dar continuidade à minha modesta colaboração com esta instituição. É com tristeza que vos comunico este facto real da minha vida. Mas, não indo a esta reunião, não quis deixar de vos legar uma palavra apenas: OBRIGADO.
Nesta minha retirada não pensem que deixarão de ter um lugar no meu coração. Pelo contrário. Irei continuar a crescer, a viver, a perceber que todos vós caminham no mesmo trilho e, quem sabe um dia breve, nos voltaremos a cruzar nesta estrada da vida.
Ao terminar este meu testemunho, peço à Fá que leia a oração que está nas páginas finais do meu livro "Estrelas que Voam para os Céus". É uma oração de alguém que quer ser anónimo, porque nem sempre um autor se deverá revelar.
Desejo-vos o melhor e sempre que precisem contem comigo.
Até já, até breve.
Joaquim Santos

6 comentários:

Cida disse...

Joaquim, gostaria imenso de conhecer essa oração! Se um dia você puder postá-la aqui no blog, vai ser muito bom. Tenha uma ótima semana. Paz e Bem para você. Cida.

// Vanessa disse...

Obrigada pela visita em meu blog. Passe lá sempre. Obrigada!

Princesa Bé disse...

é difícil acabar com o que nos faz sentir bem... são decisões chatas e é bom partilhar o que é difícil...

kiss kiss

Elsa disse...

Um abraço cheio de coragem amigo!... é bom saber-te sempre a seguir um caminho...

Mourato disse...

Só hoje lemos a mensagem que nos deixou, o nosso obrigado.
Agradeciamos que se fosse possível nos enviasse por alguém, no próximo encontro (2 de Outubro) o seu livro "Estrelas qu voam para o céu", pagaremos a quem nos entregar.
Muito obrigado e bem haja

Manuel Mourato e Antónia Mourato
(Pais do Tiago)

Anónimo disse...

China and Russia put the blame on some screwed up experiments of US for the earthquake that happened in Haiti.
Chinese and Russian Military scientists, these reports say, are concurring with Canadian researcher, and former Asia-Pacific Bureau Chief of Forbes Magazine, Benjamin Fulford, who in a very disturbing video released from his Japanese offices to the American public, details how the United States attacked China by the firing of a 90 Million Volt Shockwave from the Americans High Frequency Active Auroral Research Program (HAARP) facilities in Alaska
If we can recollect a previous news when US blamed Russia for the earthquake in Georgio. What do you guys think? Is it really possible to create an earthquake by humans?
I came across this [url=http://universalages.com/hot-news/what-happened-in-haiti-is-it-related-to-haarp/]article about Haiti Earthquake[/url] in some blog it seems very interesting, but conspiracy theories have always been there.