COMO A PRÓPRIA EDUARDA DIZIA "MÃE TU ÉS A MINHA ESTRELA CINTILANTE"
AGORA PASSOU A SER A EDUARDINHA, A ESTRELA CINTILANTE QUE BRILHA BEM DO ALTO DOS CÉUS

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Mãe querida


Junto do degrau da banheira, disse-te um dia que nunca te iria abandonar. Sei que agora duvidas, te questionas, porque já não me vês como outrora. Que saibas que estou mais perto de ti que nunca, vigilante, protegendo os teus passos e orientando as tuas defesas para esse mundo tão confuso.
Recordo-te nos meus melhores momentos. Naqueles instantes onde sempre estiveste para me dares as asinhas de Princesa. Sim mãe, dotaste o meu mundo de coisas tão belas. Senti-me imensamente amada, compreendida e tocada por essa ternura de mãe. Foste uma rosa sem espinho porque só brotava de ti a doçura do carinho que tanto me tocou, rasando pelos suaves beijos, tocada pelas tuas tão macias mãos que me envolviam a ti e penteavam o meu cabelo.
Recordo todos os momentos que vivi nesse lado da vida. Mãe, aqui onde estou não choramos. Tudo é intemporal. Em breve estaremos novamente juntos e nenhuma fronteira, nenhuma morte nos separará de forma abrupta, inesperada…
Quero dizer que agora já não faço birras como antes e nem me conhecerias por já não ser tão teimosinha. Sabes do que tenho mais saudade? Da nossa cumplicidade, de todas as razões que tínhamos para estar uma com a outra. Sempre era tempo de sorrir, de corrermos uma para a outra, como naqueles filmes em câmara lenta.
Estou feliz, muito feliz, porque te destacas desse mundo, como a rosa mais bonita desse jardim que é o mundo. Aqui de cima avisto-te, percebo e acompanho os teus passos, o teu… o nosso mundo. Somos três que caminhamos, continuamos a percorrer o tempo, como modelo geral de felicidade. Eu, tu e o papá. Amo os dois, com um amor do tamanho do mundo, como costumava dizer, lembraste?
Até já mãe querida, em breve verás os meus olhos crepúsculos e eu estarei presente no coração maior, aquele que me fez perceber o que é ser uma filha imensamente amada.

Eduarda de Sempre

6 comentários:

Anónimo disse...

Linda homenagem que a Eduarda dá sua mãe, desejo-vos coragem para seguirem em frente. cumprimentos


Paula

Cida disse...

Vocês tiveram uma filha muito linda, mas vocês também são muito lindos e especiais e é por isso que eu do lado de cá do atlântico incluo-os sempre em minhas orações. Esta vida não passa de uma passagem e após esta passagem, com toda a certeza estaremos para todo o sempre junto as nossas pessoas queridas e juntinho de Deus. Continuo pedindo a Deus que Lhe de forças, mas tenho certeza que Eduarda também lhes envia muitas bençãos e a certeza de que vocês foram e são pais maravilhosos e muito amados.
Maria Aparecida - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil.
Eu também tenho um blog e se um dia vocês quiserem me dar o prazer de uma visitinha, o enderêço é:
mosaicos-cida.blogspot.com
Fiquem com Jesus e Maria. Beijos.

Anónimo disse...

Deixo aqui o endereço de um blog de uma mãe que perdeu o marido pouco antes de o seu filho nascer e escreve este blog para o filho sobre o pai que ele nuca conheceu.

http://parafrancisco.blogspot.com/

Desculpem o abuso

Simplesmente Eu...) disse...

Meu Deus!!!! Que delaração de amor!!!Tão lindo e dito mesmo do fundo do coração!!!
Força amigos!!!!

Muito Beijinhos,
Isabel

Anónimo disse...

Mais uma vez estou neste blog nao me canso de aqui vir, sinto saudade de ver a foto da estrelinha mais linda e mais cintelante que aguma vez vi.
esta homenagem feita a mama è linda eu tenho uma menina com 2 anos e meio è linda e indentifico a muito com a eduarda.
beijinhos grandes muita força e muita coragem para enfrentar o dia a dia da vida, porque a estrelinha esta sempre a olhar por todos nos com muito carinho.

Anónimo disse...

Mais uma vez vim ver a nossa estrelinha linda que nunca me esqueco dela.
quando levo tempo sem poder vir aqui fico triste porque neste momento nem sempre tenho desponibilidade de vir a net entao nem sempre posso vir ver esta carinha linda, mas esta sempre no meu pensamento e no meu coraçao.
beijinhos grandes