COMO A PRÓPRIA EDUARDA DIZIA "MÃE TU ÉS A MINHA ESTRELA CINTILANTE"
AGORA PASSOU A SER A EDUARDINHA, A ESTRELA CINTILANTE QUE BRILHA BEM DO ALTO DOS CÉUS

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Da Eduarda chega um agradecimento

É elementar e tardio este agradecimento público. Penso que mais vale tarde do que nunca fazermos justiça à verdade dos elementos que dispomos na vida. Pretendo com este peq ueno texto, agradecer a uma pessoa que criou, publicou e tornou possível este cantinho da Eduarda na Internet.
A Elsa, uma amiga que conheci através deste mundo da net, foi consolidando uma relação que foi ganhando vigor. Fomos conhecendo aos poucos os dois mundos que se tocavam pela sensibilidade, pela verdade um do outro e por uma particularidade que me assistia: o sofrimento da partida da minha querida filha para junto de Deus.
Uma das formas de atenuar o meu sofrimento, de homenagear a menina de Sempre, surgiu de uma ideia da Elsa, mais tarde, materializada por ela na aplicação e criação deste blog “Estrelinhas do Céu”. Penso que foi bem conseguido, pela forma como está construído, incluindo na sua imagem, a cor rosa, predilecta da Eduarda.
Tenho a certeza que da Eduarda chega um beijinho especial, um agradecimento profundo, por gesto que se tornou tão lindo para mim e toda a minha família. Depois, porque a Internet está acessível em todo o mundo, tenho orgulho que a vidinha linda da minha pequena seja conhecida por muita gente. Aqui fica um obrigado à Elsa.
Já agora, peço que divulguem este blog da Eduarda de Sempre, como forma de mensagem de esperança e de luz.

6 comentários:

Elsa disse...

Amigo,

o melhor agradecimento eu tive com as tuas palavras quando viste o resultado "Estou Feliz, Elsa"..
A intenção foi apenas dar-vos um cantinho onde, se me permites, se pudessem re-encontrar...

Quero apenas fazer um reparo ao que escreveste, não foi a tua dor que me "aproximou" de ti, mas sim a tua FORÇA, a tua CORAGEM e a tua DETERMINAÇÃO. (não sei cm consegues)

Eu sei que jamais poderei minimizar a saudade e dor que sentes, apenas posso estar ao teu lado e partilhá-la contigo!...

Da Eduarda eu já recebi esse beijo há muito... talvez quando me deu forças para não desistir de te dizer que estarei sempre aqui, que podes confiar em mim!...

um bjo
Elsa

Anónimo disse...

Caro Joaquim,foi por acaso, num programa de televisão, Grande Entrevista, que soube de ti e da tua históri triste passada com a Eduarda.Vivi em Leiria 25 anos, trabalhei em várias rádios locais, conheci-te pessoalmente e não deixei de ser teu Amigo por vir viver para a Venda Nova, aqui às portas de Lisboa. Sou o João Guerreiro, lembras-te de mim? Reconheci-te logo pela foto da tv e apressei-me a escrever-te não só porque me sensibilizei muito com tudo o que te aconteceu como foi bom reencontrar, ainda que em circunstâncias tristes, um Amigo na terra onde vivi tanto tempo. Se me quiseres contactar aqui te deixo os meus telefones: 214749529, fixo, e 960295855, móvel. Teremos muito gosto, eu e a Célia, minha esposa, em vos receber quando vocês vierem a Lisboa. Um forte abraço para ti do teu Amigo João.
Ficámos muito interessados no teu livro. A minha morada é: Praceta Quinta da Figueira, 9-1º Frente 2700-692 Venda Nova

Miss Lee disse...

Joaquim,

o "Estrelas do Céu" já está linkado no "4000 km a leeste". Para a semana, a sugestão de leitura do labor será o "estrelas que voam para o céu". é a minha contribuição na divulgação da mensagem, espero que seja um bocadinho catártico.

beijinho

Célia Guerreiro disse...

Olá, Joaquim e Cristina, sou a Célia Guerreiro, esposa do João Manuel, e emocionei-me muito quando recebemos o livro Estrelas que voam para os Céus, pois sou mãe e avó, e entendo perfeitamente, a dor que existe dentro de vcs, mas quero dizer que como devota de Santa Rita de Cássia, estarão sempre em minhas orações, e com um pedido especial, para que abrande a dor em seus corações...
Beijinhos

Anónimo disse...

Caro Joaquim,
Recebi hoje pelo correio toda a documentaçao e os livros da Eduarda que tu tiveste a amabilidade de nos enviar com a maior prontidão e que nós te agradecemos muitissimo. A Célia emocionou-se muito quando os recebeu e ainda não largou os depoimentos que coligiste para a Âncora. Eu tentei ligar-te hoje várias vezes para o número que me passaste para falar contigo pessoalmente mas, infelizmente, sem sucesso.Como não tenho outro contacto teu aqui te deixo esta mensagem escrita. Achei muito interessante o mensário Notícias Colmeias que tu diriges e poderei considerar dar a minha colaboração caso isso te interesse, naturalmente. Neste momento estou aposentado e seria uma forma útil de preencher o meu tempo já que pensar em voltar às rádios locais me parece de todo inviável já que este meio é bem diferente do de Leiria.
Aguardando notícias tuas despeço-me por agora com um grande abraço para ti do Amigo
João

Alice disse...

Alice FSA disse:
Olá, Joaquim e Cristina:
Eu sei que jamais poderei minimizar a dor enorme que existe nos vossos corações, apenas posso estar ao vosso lado, tendo-os presentes nas minhas orações diárias.
Que Deus vos ajude, a arranjarem forças para superar tão violenta dor.
Um abraço amigo,
Alice Silva